Brasil da Boa Convivência a partir de cada sala de aula


Imagine-se vivendo em um país onde todos convivemos bem, conosco mesmos e uns com os outros: o bem-estar e progresso individuais e coletivos seriam excepcionais.


Existe um caminho, liderado por professores da educação básica como você, para criarmos este Brasil de Forças e Boa Convivência: com as 24 Forças de Caráter, transformar cada sala de aula em uma academia socioemocional de Forças e de Boa Convivência, que se estenda para a casa e família de cada aluno.

Boa Convivência

O filme O Feitiço do Tempo reflete bem a situação do Brasil, é todo dia a “mesma coisa”. As notícias e problemas individuais e coletivos são os mesmos, mudam apenas de nome ou lugar. Para sair do encantamento, o personagem Phil precisou mudar sua forma de pensar e agir, mudou a sua identidade, que passou a ser admirada por todos. Com o Brasil é igual, se a nossa forma de pensar continuar igual, o noticiário e o dia a dia continuarão “iguais”. Uma opção é “mudarmos a nossa cabeça”, construir uma identidade nacional de Boa Convivência e colher os seus benefícios na sala de aula, na escola, em casa e na vida.

  • A Boa Convivência (Bons Relacionamentos) é o principal fator de sucesso e progresso ao longo da vida, segundo uma pesquisa sobre desenvolvimento adulto da Universidade de Harvard, sintetizada na palestra TED
    “Do que é feita uma vida boa? Lições do mais longo estudo sobre a felicidade”.
  • Pessoas com Boa Convivência e bons relacionamentos sociais vivem, em média, 7 anos mais, revela uma pesquisa da Universidade Brigham Young popularizada no TED  “O segredo de uma vida longa pode estar na sua vida social”. 
 

Benefícios com a Boa Convivência

  • A Boa Convivência na sala de aula, escola e família promove a positividade. Emoções negativas como irritação, chateação, medo, vergonha etc., “fecham” a nossa cabeça: “ficou cego de raiva”. Já emoções positivas como alegria, vitalidade, diversão, amizade nos elevam, ampliam e constroem. 
  • A Boa Convivência reduz emoções negativas e aumenta as positivas acelerando o nosso progresso individual e coletivo.
  • A Boa Convivência familiar, com maior harmonia dos próprios pais e entre pais e os filhos, reduz emoções negativas e aumenta as positivas, favorecendo o progresso cognitivo, social e até material de todos.
  • A Boa Convivência na sala de aula faz com que cada aluno,1 a 1, se sinta bem-vindo e pertencente àquela sala e escola: reduz ou até elimina o bullying. Melhora sua aprendizagem e desempenho escolar.
  • A Boa Convivência melhora o engajamento, ânimo e bem-estar do professor.
  • A Boa Convivência favorece o Protagonismo Coletivo e a Eficácia Coletiva do Professor (“Teacher Collective Efficacy”), um dos maiores tamanhos de efeitos que impactam a aprendizagem.

24 Forças de Caráter
e a Boa Convivência

A Boa Convivência interior e exterior entre mãe-filhos, professor-professor, professor-aluno, aluno-aluno etc. não é um ato isolado, é uma construção permanente. Esta construção se dá em cima de dezenas de interações quase que diárias. Quando estas interações são contrárias a nós mesmos, contrárias um ao outro, ou ainda pior, ausentes, esta construção regride, até pode desabar, como no caso de um abandono escolar. Os tijolos que constroem a Boa Convivência são as interações de uma pessoa a favor da outra, quando uma busca engrandecer a outra e a si mesma. Chamamos estas interações de Conexões Positivas, os tijolos que constroem a Boa Convivência Para fomentar as Conexões Positivas você, Professores, colegas, funcionários da escola, alunos, pais dos alunos podem utilizar um conjunto de qualidades que todos já temos e que têm impulsionado o progresso da humanidade.
Os estudiosos ligados à Psicologia Positiva chamaram estas qualidades de Forças de Caráter (Character Strengths). Listaram 24 Forças de Caráter e 6 Virtudes. Universais, todos temos todas as 24 Forças de Caráter, ainda que numa sequência única para cada um.  As cinco Forças TOP são chamadas de forças de assinatura. Por serem Energizantes, Essenciais e Esforço nulo, revelam muito sobre os valores, verdades e atitudes de cada um. Para conhecer o ordenamento das tuas 24 forças de caráter, você pode fazer aqui o Teste das Forças (adulto).
  • A Sala de aula e a Boa Convivência

    As habilidades socioemocionais têm ganho mais holofotes desde o livro Inteligência Emocional de Daniel Goleman. Estão presentes de forma extensiva na BNCC – Base Nacional Comum Curricular. Mas socioemocional você precisa vivenciar, aprende como o Kung Fu – precisa se exercitar numa academia, não é uma disciplina apenas intelectual. Uma alternativa é a de transformar cada sala de aula em uma “academia socioemocional de boa convivência” onde o objetivo é fortalecer os músculos (24 Forças de Caráter) de todos para a Boa Convivência professor-aluno e aluno-aluno. Esta “academia” precisa de um líder, que pode ser você como Professor Mentor da Classe. Neste papel, você preferencialmente acompanha uma mesma turma ao longo de um ciclo inteiro como Fund I, II ou EM. Para se preparar para o papel de Mentor da Classe você faz o Curso Forças de Caráter e Curso Conexões Positivas. E, como Mentor da Classe (Titular no caso do Fund I), você passa a dar a Disciplina Forças e Boa Convivência com planos de aula abrigados em uma Plataforma Digital Coletiva que permite a você customizar cada aula utilizando conteúdos anteriores seus ou de colegas. Outra funcionalidade da plataforma é um “painel de bordo” que facilita individualizar cada aluno através das suas forças de assinatura. O Teste das Forças (versão jovem) permite aos alunos de 10 a 17 anos descobrirem o ordenamento de suas Forças.
  • A Aprendizagem e a Boa Convivência

    O principal foco do sistema educacional tem sido a aprendizagem acadêmica. Estudos mostram que melhorar o clima relacional escolar contribui para esta aprendizagem, e a boa convivência entre todos tem grande impacto no ambiente de cada sala de aula e escola.  Este clima afeta o ânimo e engajamento do professor, e sua vontade em fazer o aluno aprender. No Brasil o professor usa, em média, 19% do tempo de cada aula para manter a ordem (pg 222 “A educação no Brasil: uma perspectiva internacional” OCDE). A Boa Convivência permite um combinado entre alunos e professor que pode aumentar significativamente o “tempo de aula” voltado para a aprendizagem. Melhores relações entre alunos e professores viabiliza um melhor tipo de aula, interativa, aprendizagem ativa etc. A Boa Convivência permite que o aluno satisfaça mais sua necessidade e fome de vínculo e, a partir disso, esteja mais preparado para aprender.

  • O Professor e a Boa Convivência

    Mesmo que a sua escola inteira não tenha aderido ao Brasil de Boa Convivência você pode fazer parte, trazendo benefícios para si e seus alunos. Ao fazer o Curso Forças de Caráter e o Curso Conexões Positivas, você desenvolve habilidades para ser mais eficaz, aumentar seu autorrespeito e experimentar mais interações positivas – com alunos, colegas e outros. Ao conhecer as tuas forças você pode ser ainda mais efetivo e melhorar a tua conexão consigo e com os outros. Ao enxergar as forças de assinatura de cada aluno, um a um, muitas vezes ainda utilizadas em excesso, você muda teu olhar para forças e passa a ver 24 formas de gostar de cada aluno, mesmo o mais difícil. E o aluno agradece. Vai se sentir mais respeitado e vai te devolver em respeito, admiração e aprendizagem.
  • A Família e a Boa Convivência

    Como Mentor da Classe você promove o Brasil de Boa Convivência com os familiares dos alunos, mostrando-lhes como promover a boa convivência na família e ganhar forças.  Para isso, no teu primeiro ano como Mentor de uma classe você habilita dois pais ou responsáveis por cada aluno na Escola com Pais através do Curso Forças e Boa Convivência (versão pais/responsáveis).   No curso os pais fazem o Teste das Forças (versão adultos) e aprendem a se conhecerem e entenderem melhor. Além de levar as Forças e a Boa Convivência para os pais, no curso você estreita vínculos com eles e passa a conhecer melhor o pano de fundo de cada aluno. Além de contribuir para a boa convivência familiar você cria uma linguagem compartilhada sala de aula-família. Para manter acesa a chama das Forças e da Boa Convivência, os planos de aula da Disciplina Forças e Boa Convivência têm tarefas de compartilhamento de linguagem e integração sala de aula- família.

  • A Escola e a Boa Convivência
    Na escola de Boa Convivência todos são educadores: gestores, professores, funcionários administrativos e terceirizados. Diferentes formações podem ser oferecidas a estes educadores: Curso Forças de Caráter, Curso Conexões Positivas, Curso Forças e Boa Convivência (versão professores, funcionários/terceirizados ou pais) e Escola com Pais. 
    O clima escolar relacional de Boa Convivência favorece a Eficácia Coletiva dos Professores.

Instrumentos de Forças e Boa Convivência

Curso Forças de Caráter, 
Curso Conexões Positivas
Curso Forças e Boa Convivência (versão professores, funcionários/terceirizados ou pais)
Escola com Pais
Teste das Forças (adulto)
Teste das Forças (jovens de 10 a 17 anos)
Plataforma Digital Coletiva
Disciplina Forças e Boa Convivência (planos de aula para cada ano/série)
Relatório VIA TOTAL 24